Prefeitura de João Costa destina 600 cestas básicas às famílias

por Raiane Almeida última modificação 27/04/2020 14h04
As cestas serão distribuídas como complemento alimentar
SOCIAL

Prefeitura de João Costa destina 600 cestas básicas às famílias

As cestas serão distribuídas como complemento alimentar

10/04/2020 15h59Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
Fonte: Assessoria de Comunicação

Em meio a crise mundial provocada pela pandemia do coronavírus, a Prefeitura de João Costa, através da Secretaria de Assistência Social, estabeleceu o uso da Lei de Benefícios Eventuais que irá distribuir 600 cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade no município.

Após reunião entre representantes do CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social) e o comitê gestor de crise,  foram comprados com  recursos do Fundo Municipal de Assistência Social as cestas que serão distribuídas como complemento alimentar às famílias que nesse momento estão em situação de vulnerabilidade  e em quarentena/ distanciamento ou isolamento social.

A ação teve início na última quarta feira(08/04) e vai continuar até que todas as famílias que atendam ao perfil sejam atendidas, seguindo critérios específicos de enquadramento dentro da situação de risco.

Seguem abaixo os critérios do público prioritário a serem contemplados com o benefício eventual nessa etapa concernente à Pandemia da Covid-19:

1 - Famílias em acompanhamento pelo PAIF;

2- Famílias do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos;

3 - Famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família e que se encontram em situação de risco;

4 - Situações específicas que envolvam idosos, deficientes e/ou pessoas em tratamento imunossupressor.

A medida adotada pela Prefeitura difere da distribuição de merenda escolar, já que os recursos da merenda não seriam suficientes para atender tantas famílias. Para dar maior agilidade e sendo esta uma ação que atinge um público maior,  equipes do CRAS, Saúde e da Administração estão realizando revezamento para melhor atender a demanda.

Segundo a Secretária Milca Magalhães “A Assistência Social todos os anos realiza entrega de cestas básicas para o público em vulnerabilidade social. Todavia esse ano, por conta da pandemia da COVID-19 e da situação de isolamento os critérios foram ampliados.”

“É uma situação delicada e não vamos medir esforços para amenizar o impacto que essa pandemia tem causado na vida das pessoas, estamos atuando em todas as frentes, e essa ajuda é mais uma delas” ,ressaltou o prefeito Gilson Castro.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.